Flavio Dino tem 380 milhões extras para pagar o 13° do servidor público maranhense.

A preocupação com o pagamento do 13º salário ao funcionalismo público deixou de existir no Governo do Estado do Maranhão, embora Flávio Dino tenha garantido que até o final deste ano as folhas seriam pagas. O aporte de R$ 380 milhões nos cofres do estado, referentes aos R$ 50,9 bilhões do dinheiro repatriado, fará com que as finanças se equilibrem antes de dezembro chegar.

Além do estado, as prefeituras também terão direito a uma parcela da verba repatriada a um total de R$ 280 milhões que serão divididos entre os 217 municípios maranhenses.

O que gera desconfiança é como esses recursos serão utilizados pelos prefeitos. Muitos não se reelegeram ou não conseguiram emplacar seus sucessores. E, por isso, deixaram até de pagar os salários do funcionalismo.

Como o dinheiro cairá agora em novembro no caixa das prefeituras, não custaria nada à Justiça bloquear tais verbas para pagamento de milhares de pais e mães de famílias que estão trabalhando sem receber.

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo