Bolsonaro agora ataca o Movimento Estudantil

Comentários 0

Reportagem dos jornalistas Ricardo Della Coletta e Paulo Saldaña na Folha de S.Paulo informa que Bolsonaro assina ainda esta semana Medida Provisória (MP) que esvazia a carteira de estudante emitida pelas entidades representativas. 

O documento garante meia entrada em shows e cinemas.   

Com a MP, Bolsonaro cria uma carteira de identidade digital para estudantes, golpeando assim uma das principais fonte sd erenda das entidades estudantis.    

Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, a medida será batizada de “MP da liberdade estudantil”.   

O objetivo do governo com a medida, que já vinha sendo estudada desde o início do mandato de Bolsonaro, é esvaziar a carteirinha emitida por entidades estudantis, como a UNE (União Nacional dos Estudantes).   

A reportagem recorda que uma lei de 2013, sobre o benefício do pagamento de meia-entrada, garante a emissão apenas à UNE, à Ubes (União Nacional dos Estudantes Secundaristas) e à ANPG (Associação Nacional de Pós-Graduandos).  

O Ministério da Educação não quis dar mais informações sobre a MP. Disse apenas que ela deve ser assinada em uma cerimônia sexta-feira (6).  

O tema foi discutido nesta segunda-feira (2) por Bolsonaro e Weintraub, informa a Folha.

 

Brasil247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *