Coelho Neto/MA – Polícia prende homem acusado de mandar matar os ciganos, chacina teve 4 mortes

O preso foi apresentado à imprensa às 10h da manhã desta segunda-feira (17), na sede da Polícia Civil, ocasião em que serão repassados detalhes sobre a atuação criminosa do bando chefiado por ele.

O criminoso Antônio Carlos Sobral da Rocha, conhecido como “Didoca” ou “Cigano”, foi preso pela Polícia Civil, na última sexta-feira (14), na cidade de Vitória do Mearim.

Ele é o mandante da chacina que deixou quatro mortos e cinco feridos na cidade de Coelho Neto,  no domingo (09), nas proximidades do mercado do produtor.

“Didoca” responde a pelo menos oito processos por homicídios, assaltos a bancos e porte ilegal de arma, além ser o líder e mandante de diversas investidas contra grupos de ciganos rivais por várias cidades do interior do Maranhão.

O criminoso será apresentado à imprensa às 10h da manhã desta segunda-feira (17), na sede da Polícia Civil, ocasião em que serão repassados detalhes sobre a atuação criminosa do bando chefiado por ele.

Mortos e feridos na chacina

Três dos mortos foram identificados como José de Ribamar Silva Costa, conhecido como “Cacau”; Antônio José da Silva, conhecido como “Gê”; e Antônio Francisco da Silva Costa. Os três pertenciam à mesma família.

As vítimas feridas, Francisco Camilo da Rocha, Raimundo Nonato da Silva Costa e Maria Antônia da Silva Costa, foram conduzidas para a UPA e transferidas para Timon.

A criança, Francisco Guilherme da Silva Costa, de 3 anos, foi encaminhada ao Hospital de Presidente Dutra. Ela foi atingida por um disparo na cabeça.

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo