Alexandre Frota diz que ‘Gabigol passou 40 minutos escondido’ em cassino: ‘Tentei acalmar ele’

O atacante do Flamengo Gabigol foi autuado, na madrugada deste domingo (14), em um cassino clandestino em São Paulo e conduzido à delegacia por participar de um evento com mais de 200 pessoas na boate. No local, pessoas de alto padrão aquisitivo se aglomeravam e ignoravam o cenário de mortes que o país enfrenta. 

Um dos líderes da operação policial que invadiu o local, o deputado federal Alexandre Frota estava no local, registrou cenas da festa e contou como foi o trabalho dos órgãos paulistas para acabar com a aglomeração.

“O Gabriel ficou muito nervoso e alterado. Eu conversei com ele, tentei acalmar ele. O policial pegou ele embaixo da mesa, mandou ele levantar, tirar o paletó da cabeça e perguntou: ‘Qual seu nome?’ Ele respondeu Gabriel. O policial perguntou o sobrenome dele e o Gabigol disse ‘Gabriel Barbosa’. Nisso o policial falou ‘Pode me acompanhar aqui’. Foi isso que aconteceu” disse ele, segundo reportagem do portal Época. 

 

CONTINUE ACESSANDO O BLOG eudesfelix.com.br E TAMBEM PELO FACEBOOK

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo