BRASÍLIA – Perito da Polícia Federal morre ao ingerir bebida tóxica no Distrito Federal.

Stefenson Scafutto, em imagem durante o evento à beira do Lago Paranoá, em Brasília, neste sábado.

 Um perito da Polícia Federal, identificado como Stefenson Marcus Scafutto, de 41 anos, teve uma parada cardíaca e morreu na noite de sábado (27), logo após ingerir uma uma substância química desconhecida em uma latinha de cerveja. Segundo testemunhas, o agente não sabia que o conteúdo era uma substância altamente tóxica.

Scafutto morreu dentro de uma lancha, no lago Paranoá, no Distrito Federal, durante a 8ª edição do evento náutico Brasília Yacht Day. Segundo a imprensa local, o agente da PF teria ingerido por engano uma bebida à base de clorofórmio e éter – popularmente conhecida como “loló” -, conforme informaram amigos próximos da vítima. O uso da droga costuma ser por inalação e sua ingestão é fatal. O óbito foi registrado na 5ª Delegacia de Polícia para que as circunstâncias sejam investigadas.

Em nota, a Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais lamentou o falecimento do policial. “Aos familiares e amigos, a APCF manifesta os pêsames e solidariedade. Scafutto era lotado no SRCC e foi um grande parceiro da APCF, com apoio na implementação do sistema de projetos da Associação”.

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo