Buriti Alegre/GO – Homem perde parte do dedo após ataque de piranhas em lago

Um morador, de 52 anos, perdeu parte do dedo após ser atacado por piranhas em lago de Buriti Alegre, município localizado na região sul do Estado de Goiás. O ataque aconteceu enquanto o homem estava no Lago das Brisas com a família.

Devido a gravidade do ferimento, a vítima precisou ser socorrida e encaminhada para o hospital de Buriti Alegre. Após passar por avaliação médica, o homem foi transferido para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) e passou por uma cirurgia de reconstrução do membro.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO), a corporação não foi acionada para atender a ocorrência, mas ressaltou que os ataques de piranhas no local são comuns.

A Prefeitura Municipal de Buriti Alegre informou que equipes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente fez uma vistoria no lago das Brisas e constatou um aumento da população de piranhas no local. Acredita-se que o aumento seja devido as pescas predatórias e restos de alimentos esquecidos na beira do lago.

Como uma forma de evitar os ataques, a orientação da prefeitura municipal é que as pessoas evitem praticar a pesca predatória utilizando arpão de tucunaré e informou que está estudando formas para controlar a superpopulação de piranhas.

Além do homem atacado, um menino teve o dedo amputado após entrar no lago

No último dia 1º de janeiro um menino, de 10 anos de idade, teve o dedo mindinho do pé direito arrancado após ser mordido por uma piranha na prainha do Lago das Brisas, no município de Buriti Alegre, localizado na região sul do estado de Goiás.

O pai da criança é servidor público e afirma que no local não há nenhum tipo de sinalização alertando os visitantes do lago sobre a presença e perigo de piranhas.

O acidente aconteceu no momento em que o menino brincava na parte rasa do lago com os primos. Os pais da criança contam que o menino gritou, foi tirado da água e notaram a presença de piranhas no lago.

A vítima foi encaminhada para receber atendimento médico em uma unidade de saúde do município de Buriti Alegre. Durante o atendimento notou-se que o dedinho do menino havia sido arrancado. A família reside em Goiânia e foi para a cidade com a intenção de passar o reveillon.

Os pais do menino estão muito abalados com a situação e preocupados que ele fique com trauma. Assim que chegaram à capital goiana, a criança passou por uma nova avaliação médica, em um hospital de Goiânia, com um ortopedista.

Um tipo de prótese cirúrgica foi colocada no lugar, com a intenção de passar a impressão de que a criança ainda tem o dedo mindinho. A informação do pai do menino é de que ele está bem e ainda não sabe que teve o dedo arrancado pela mordida de piranha.

Continue acessando o blog EUDESFELIX.COM.BR e também pelo FACEBOOK

Categoria: Notícia Geral