Buriticupu/MA – PF realiza operação contra combate ao desmatamento e caça ilegal no Maranhão

A Polícia Federal realizou uma operação em combate aos crimes ambientais no interior da Reserva Biológica do Gurupi no Maranhão. A ação deu cumprimento à decisão judicial oriunda da ação civil pública objetivando a efetiva proteção dessa Unidade de Conservação, com vistas à repressão da exploração ilegal de madeira, desmatamentos destinados a pastagens, caça ilegal e extrusão dos invasores dessa área legalmente protegida. A ação ocorreram em três fases, nos períodos de 18 a 22 de outubro, 05 a 09 de novembro e finalizando nos dias 06 e 12 de dezembro.

Na operação os seguintes órgãos participaram: ICMBio, IBAMA e PRF. Durante as ações foram lavrados autos de infração totalizando em R$173.387,30 o valor das multas aplicadas; apreensão de um caminhão toreiro, três espingardas, treze munições, duas motosserras; inutilização de três tratores de esteira, quatro acampamentos, 68 (sessenta e oito) unidades de pranchas de madeira nativa, 68,319 m³ de madeira em tora e 12,972 m³ de madeira serrada. Houve ainda a notificação e impedimento de bovinos sendo transportados para o interior da REBIO do Gurupi.

Foi identificada e autuada uma serraria clandestina no município de Buriticupu/MA, sendo inutilizados os maquinários, toras e madeira serrada encontrados no local. Constatou-se uma área de 35 (trinta e cinco) hectares de extração florestal na Reserva Biológica do Gurupi.

Os investigados poderão responder por crimes como receptação qualificada (art. 180, §1° do CPB), transporte e depósito de produto de origem vegetal sem licença válida, funcionamento de estabelecimento potencialmente poluidor sem autorização, causar dano direto ou indireto às Unidades de Conservação
(artigos 40, 46, parágrafo único e art. 60 da Lei 9.605/98), dentre outros. Participaram da Operação Rio das Onças aproximadamente 27 servidores dos seguintes órgãos: Polícia Federal, ICMBio, IBAMA, PRF e Batalhão de Polícia Ambiental (BPA).

 

Continue acessando o blog EUDESFELIX.COM.BR e também pelo FACEBOOK

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo