Blog Eudes Félix – Fatos dos Municípios - Blog Eudes Félix – O Maranhão em suas mãos

CoronaVac começa a ser produzida neste fim de semana

O secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, afirmou nesta quinta-feira (03) que a produção da CoronaVac começará neste final de semana, após o Instituto Butantan ter recebido nesta madrugada 600 litros de insumos para produção do imunizante. A quantidade permite a produção de 1 milhão de doses.

Em entrevista à GloboNews, o secretário afirmou: “As vacinas já começam a ser produzidas no final de semana. Então, no início da semana, essas doses já estarão prontas, serão formuladas, envasadas e, aí sim, de forma adequada, estocadas esperando a liberação dos órgãos regulatórios”.

Ele acrescentou: “Nós imaginamos e desejamos que ainda no primeiro bimestre do próximo ano nós já estejamos iniciando a vacinação da população”. Isso, no entanto, depende da aprovação do imunizante pela Anvisa, que ele acredita que ocorrerá sem problemas.

BOM JARDIM / MA – Prefeito médico dá exemplo de gestão com responsabilidade em porta a porta cuidando da saúde população

O prefeito municipal da cidade de Bom Jardim Dr. Francisco, através da Secretaria de Saúde, está visitando casa a casa em toda a sede para vacinar os grupos prioritários com a vacina H1N1 e o período determinado terá duração de 15 dias.

“Essa ação não vai combater o vírus COVID-19 más evita outras ações da Gripe (influenza) que causa uma infecção aguda do sistema respiratório, provocado pelo vírus da influenza, com grande potencial de transmissão”. Esclareceu o prefeito.

PARA O SEU CONHECIMENTO

O vírus da gripe (Influenza) propaga-se facilmente e é responsável por elevadas taxas de hospitalização.
Existem quatro tipos de vírus influenza/gripe: A, B, C e D.

O vírus influenza A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o vírus influenza A responsável pelas grandes pandemias.

Tipo A – são encontrados em várias espécies de animais, além dos seres humanos, como suínos, cavalos, mamíferos marinhos e aves.

As aves migratórias desempenham importante papel na disseminação natural da doença entre distintos pontos do globo terrestre.

Eles são ainda classificados em subtipos de acordo com as combinações de 2 proteínas diferentes, a Hemaglutinina (HA ou H) e a Neuraminidase (NA ou N).

Dentre os subtipos de vírus influenza A, atualmente os subtipos A(H1N1)pdm09 e A(H3N2) circulam de maneira sazonal e infectam humanos.

Alguns vírus influenza A de origem animal também podem infectar humanos causando doença grave, como os vírus A(H5N1), A(H7N9), A(H10N8), A(H3N2v), A(H1N2v) e outros.

Tipo B – infectam exclusivamente os seres humanos. Os vírus circulantes B podem ser divididos em dois principais grupos (as linhagens), denominados linhagens B/ Yamagata e B/ Victoria. Os vírus da gripe B não são classificados em subtipos.

Tipo C – infectam humanos e suínos. É detectado com muito menos frequência e geralmente causa infecções leves, apresentando implicações menos significativa a saúde pública, não estando relacionado com epidemias.

Em 2011 um novo tipo de vírus da gripe foi identificado. O vírus influenza D, o qual foi isolado nos Estados Unidos da América (EUA) em suínos e bovinos e não são conhecidos por infectar ou causar a doença em humanos.

Os principais sintomas da gripe são:
·         Febre;

·         Dor de garganta;

·         Tosse;

·         Dor no corpo;

·         Dor de cabeça.

Adulto – O quadro clínico em adultos sadios pode variar de intensidade.

Criança – A temperatura pode atingir níveis mais altos, sendo comum o achado de aumento dos linfonodos cervicais e também podem fazer parte os quadros de bronquite ou bronquiolite, além de sintomas gastrointestinais.

Idoso – quase sempre se apresentam febris, às vezes, sem outros sintomas, mas em geral, a temperatura não atinge níveis tão altos.

Os demais sinais e sintomas da gripe (influenza) são habitualmente de aparecimento súbito, como: Podem ainda estar presentes na gripe (influenza) os seguintes sinais e sintomas:
·         Calafrios;

·         Mal-estar;

·         Cefaleia;

·         Mialgia;

·         Dor nas juntas;

·         Prostração;

·         Secreção nasal excessiva

·         Diarreia;

·         Vômito;

·         Fadiga;

·         Rouquidão;

 

CONTINUE ACESSANDO O BLOG eudesfelix.com.br PELO FACEBOOK

SÃO LUÍS/MA – Campanha Mundial do combate a Tuberculose – Unidade Mista do Bacanga

Com muita garra e determinação a campanha ao combate a Tuberculose vem crescendo a cada dia e esta a nível mundial.

Buscando conscientezar  o máximo possível de pessoas através das palestras nos corredores do hospital e pela entrega de panfletos com informativos explicando como ocorre o contagio da doença, pois muitas pessoas acabam deixando a desejar o tratamento por alguma vergonha e até mesmo constrangimento causados por outras pessoas que tratam tal doença como o “FIM DO MUNDO”.

Muitas pessoas acabam infelizmente se isolando e acabam morrendo por falta desse conhecimento e de aceitação da cura. Globalmente, mais de 10 milhões de pessoas adoecem por tuberculose, levando mais de um milhão de pessoas a óbito, anualmente.

Durante a palestra teve sorteio e entrega de cestas básicas para todos ouvintes da palestra aplicada em todo ambulatório do hospital.

No Brasil, a doença é um sério problema de saúde pública. A cada ano, são notificados aproximadamente 70 mil casos novos e cerca de 4,5 mil mortes, em decorrência da doença.

O QUE FAZER DIANTE DOS SINTOMAS?

O melhor a se fazer é procurar o diagnóstico na Unidade de Saúde mais próxima. Se confirmado que é tuberculose, o tratamento deve ser feito até o final.

COMO É O TRATAMENTO DA DOENÇA?

O tratamento dura, no mínimo, seis meses, é gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e consiste em tomar medicamentos específicos, tais como: rifampicina (R), isoniazida (H), pirazinamida (Z) e etambutol (E). O tratamento é composto por uma fase intensiva, que dura dois meses, com a utilização do RHZE em dose fixa combinada, seguidos de quatro meses de RH, totalizando seis meses de tratamento.

Obedecer a duração e o regime de tratamento é fundamental. Lembre-se: a melhora nas primeiras semanas ou meses de tratamento não é suficiente, o tratamento deve ser realizado até o final e sem interrupção, evitando a transmissão e o agravamento da doença. Para isso, recomenda-se a realização do tratamento diretamente observado (TDO), que consiste na tomada diária dos medicamentos pela pessoa doente, sob a observação de um profissional da equipe de saúde.

A TUBERCULOSE TEM CURA?

A tuberculose tem cura e deve ser confirmada por meio de exames. Para obter a cura, a pessoa com tuberculose precisa realizar o tratamento até o final e sem interrupção.
VEJA AS FOTOS DA PALESTRA AO COMBATE MUNDIAL A TUBERCULOSE EM PRIMEIRA MÃO NO BLOG:

SÃO LUÍS/MA – AJUDE O BRENNO MIGUEL 40 DIAS DE VIDA

Esse é o Breno. Ele tem 40 dias, nasceu com uma cardiopatia grave e precisa de uma cirurgia URGENTE, que não é feita em São Luís. Está internado no Hospital Materno Infantil.
Apesar de já ter uma decisão judicial para a remoção em uti , internação e realização da cirurgia em outro estado, qualquer estado, da federação, não consegue o cumprimento da liminar.
Apesar da decisão, e da interferência do Ministério Público, através da Promotoria da Saúde, o Estado do Ma , não cumpre o que foi determinado pela justiça.
O Brenno está lutando muito, mas não pode perder tempo. Precisa ser operado logo.
Sua ajuda e muito importante. Qualquer doação será muito bem vinda.

FAÇA A SUA PARTE E SALVE UMA VIDA!

SÃO VICENTE FERRER/MA – Ninguém sentiu falta dessa ambulância ?

Absurdo!

Dinheiro público entrando pelo ralo.

Ambulância do município de São Vicente Ferrer abandonada sem explicação em um terreno na cidade de Viana ao lado da pousada Rebeca. A mesma já se encontra sucateada. Sinal da irresponsabilidade com o patrimônio público. Enquanto isso, o povo fica mendigando favores dos municípios vizinhos. Que vergonha!

CONTINUE ACESSANDO O BLOG www.eudesfelix.com.br PELO FACEBOOK

Outro caso de meningite no Maranhão? E agora, Carlos Lula?

Outro caso de meningite no Maranhão? 

Já foram registrados três casos, dois com mortes em terras maranhenses. Por meio de nota, o secretário de Estado da Saúde, o advogado Carlos Lula do PCdoB, descartou surto da doença no Maranhão.

Informações dão conta que uma jovem por nome Lorena estaria sendo transferida da cidade de Tutoia para um hospital da capital (socorrão), devido a gravidade do caso. A jovem foi diagnosticada com sintomas de meningite.