Diretor da Cadeia está dando tratamento de príncipe ao ESTUPRADOR e ASSASSINO da sobrinha de Sarney

O tratamento do réu confesso e estuprador Lucas Porto tem sido privilegiado dentro da cadeia, Presídio São Luís 1, atual UPSL 4. Ao contrário do que a sociedade pensa e do que a mídia fala (por não saber o que se passa lá dentro), Lucas tem quarto limpo, anda tranquilamente, sem estar devidamente encarcerado, sai e entra quando quer da “cela”.

ASSASSINO E ESTUPRADOR
ASSASSINO E ESTUPRADOR

Ontem (22) ele estava em uma palestra com a cara mais lavada ouvindo o Serviço Social discursar sobre o “NOVEMBRO AZUL”. Coisa que os outros estupradores não tem a mesma assistência, estranho,né?

A família do ESTUPRADOR e ASSASSINO CONFESSO, já está usando brechas da Lei, através de advogados, para qualificar Lucas como DOENTE MENTAL, gerando a imputabilidade do assassino e estuprador. O que facilmente poderá ser derrubado, pois Lucas tinha uma vida social normal e não costumava se isolar do convívio com os demais.

Os parentes querem alegar que Lucas não sabia o que estava fazendo, induzindo a sociedade a pensar que ele não tinha discernimento ao estuprar e matar Mariana Costa ( ficando isento de pena).

Então com essas alegações ele será tratado pela Lei como UMA PESSOA MENOR DE 18 ANOS ( imputabilidade). Ah, meu amores, se isso acontecer, a morte da publicitária ficará impune, pois ele será julgado de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). 

Com o tratamento diferenciado que o diretor Anderson Bucelles dá ao assassino e estuprador, ele pode andar livremente, assiste palestra e é cercado de psicólogos, seguindo as regras dos FAVORES que a Lei dá. 

Assim fica uma prerrogativa, para que qualquer estuprador que tenha dinheiro seja tratado da mesma forma que Luca está sendo (alegar doença mental), o que já excede os limites que a lei permite. 

Alegar doença mental será algo bem complicado, pois a vida social do estuprador prova o contrário. A morte de Mariana Costa não pode ficar impune, o diretor da cadeia precisa tratar o estuprador como a Lei manda, apenas manter sua integridade física não deve se deixar ludibriar por um assassino e que abusou uma mulher, mãe de filhas lindas, que deixou sua família por motivos banais.

Lucas com certeza, será bem instruído para se fazer de doido perante os psiquiátricas, que acredito eu, serão muito profissionais e competentes.

Ele está na mesma cela que o acusado de estudo de estupro, Ribamar Alves ficou e a que Junior Bolinha.

Fonte: Blog da Riquinha

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo