Dor de cotovelo: PSDB não se conforma com documentário sobre o golpe no Oscar

Com a indicação do documentário ‘Democracia em Vertigem’, da diretora Petra Costa, começou a sessão ‘choro livre’ na internet daqueles que apoiaram o golpe. “Parabéns à diretora Petra Costa pela indicação de melhor ficção e fantasia por Democracia em Vertigem”, postou o PSDB no Twitter. Confira outras reações.

Apoiadores do golpe contra Dilma Rousseff, que aconteceu em 2016, já demonstram revolta com o fato de “Democracia em Vertigem” ter sido indicado nesta segunda-feira (13) oficialmente ao Oscar 2020 no quesito “melhor documentário”. O filme sobre a ruptura institucional é dirigido por Petra Costa e distribuído pela Netflix.

“Parabéns à diretora Petra Costa pela indicação de melhor ficção e fantasia por Democracia em Vertigem”, postou o PSDB no Twitter.

O Movimento Brasil Livre também criticou a indicação. “O MBL fez seu próprio filme sobre o impeachment de Dilma, prestigiando você que foi às ruas para construir um Brasil melhor, e não quem estava roubando a nação nos Palácios em Brasília. Assista agora ‘Não Vai ter Golpe’ no iTunes, Youtube, Google Play, NET Now e Looke”.

“Democracia em Vertigem: Oscar de efeitos especiais para o maior assalto da história”, afirmou um internauta.

O secretário Especial de Cultura do governo Federal, Roberto Alvim, ironizou a indicação. “Se fosse na categoria ficção, estaria correta a indicação”, afirmou Alvim à coluna de Mônica Bergamo nesta segunda (13).

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo