Governo Bolsonaro sobe combustíveis pela sexta vez em 2021: 8,8% gasolina e 5,5% diesel

A Petrobras definiu nesta segunda-feira (8) novos preços para a gasolina e o diesel cobrados nas refinarias e sacrifica ainda mais a população brasileira. O aumento será de 8,8% para a gasolina e 5,5% para o diesel. Em valores nominais, a gasolina encarece 0,23 por litro, alcançando o patamar de 2,84 por litro, e o diesel avança 0,15, chegando ao nível de 2,86 por litro. 

O aumento reflete as elevações do dólar, cotado às 12h desta segunda-feira, 8, a 5,73, e o petróleo brent, que chegou a valer 70 dólares. Com as elevações, a gasolina já aumentou 54% desde o início do ano, e o diesel 41,5%. Esta foi a sexta alta nos preços dos combustíveis.

O aumento passa a valer a partir desta terça-feira (9). 

O presidente da Associação de Engenheiros da Petrobrás (Aepet), Felipe Coutinho, afirma que a petroleira é capaz de abastecer o mercado nacional com valores menores do que os praticados atualmente. “O preço que estamos pagando na bomba hoje, seja de gasolina ou diesel, é o preço que o brasileiro estaria pagando caso não tivessem acontecido a campanha do ‘Petróleo é Nosso’, a criação da Petrobrás, a construção de um parque de refino e a descoberta de petróleo no Brasil”, afirmou ele em entrevista concedita ao portal Petro Notícias. 

Coutinho acrescenta que a Petrobrás “pode praticar preços inferiores aos de paridade de importação e, ainda assim, manter alta lucratividade e geração de caixa suficientes para administrar sua dívida e fazer novos investimentos”.

 

CONTINUE ACESSANDO O BLOG eudesfelix.com.br E TAMBEM PELO FACEBOOK

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo