NO SUSTO! Sem querer, estudante cria bateria que pode durar 400 anos

Um experimento despretensioso da doutoranda Mya Le Thai, da Universidade da Califórnia, em 2016, chegou a uma descoberta que pode revolucionar o universo tecnológico. Durante pesquisas feitas em laboratório, Mya descobriu um procedimento que pode fazer as baterias durarem até 400 anos.

Uma equipe de pesquisadores já realizava experimentos com nanofios e sua aplicação em baterias, mas as recargas acabavam por romper os delicados fios que compõem a bateria de nanofios. Um dia, porém, por impulso, Mya decidiu cobrir um grupo de nanofios de ouro com dióxido de manganês e uma espécie de gel eletrólito, e colocar a bateria para realizar ciclos de cargas, descargas e recargas.

A ação gerou uma surpresa: enquanto as baterias normais duram cerca de 500 recargas até começaram a falhar, sua descoberta chegou a 200 mil recargas em um mês, em perfeito estado.

Caso a descoberta se confirme, a novidade poderá garantir bons frutos no campo tecnológico, econômico, e principalmente, ecológico.

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo