‘NUNCA MAIS PISO NESSE LUGAR’, DISSE CIRO GOMES SOBRE A GLOBO

O candidato do PDT a presidente, Ciro Gomes, teve um desentendimento com a rede Globo após o debate entre os presidenciáveis na madrugada desta quinta-feira, 5, nos estudios da emissora no Rio. 

Ciro reclamou do fato da Globo ter autorizado a entrada de um oficial de Justiça em seu camarim para notificá-lo sobre uma ação movida por João Doria, candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB, a quem chamou de “farsante” em diferentes ocasiões.

“A Globo colocou o oficial de Justiça dentro do meu camarim. O Doria conseguiu que uma juíza do Rio de Janeiro mandasse o oficial de Justiça agora, uma hora da manhã, no camarim que a Globo deu, e a Globo deixou o cara entrar, para me notificar de uma ação do Doria contra mim”, disse Ciro. “Eu chamei [Doria] de farsante. Quando eu penso que ele é mesmo um corrupto”, reclamou Ciro.

O candidato não foi até o camarim, mas foi seguido pelo oficial de Justiça até a sala onde os presidenciáveis concederam entrevista coletiva a jornalistas após o debate. Depois de se queixar da situação, seguranças tentaram formar um cordão de isolamento, mas o político chegou a ser informado verbalmente. O candidato foi alcançado pelo oficial de Justiça que, sem conseguir entregar o documento, passou a ler a notificação para Ciro. 

“Nunca mais piso nesse lugar”, disse Ciro, antes de deixar a emissora, segundo os jornalistas Luisa Bustamante e Fernando Molica.

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo