OAB identifica 16 mortos em chacina no Jacarezinho. Polícia Civil não divulga lista de vítimas

A Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou uma lista com os nomes de 16 das primeiras vítimas identificadas que morreram na chacina da favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro. O massacre deixou 25 pessoas mortas durante uma ação da Polícia Civil na comunidade na quinta-feira.

De acordo com o jornal O Globo, a comissão da OAB apontou que todas as vítimas eram homens e o mais jovem possuía 18 anos. Ainda conforme a reportagem,  Polícia Civil não informou o nome dos mortos e também não havia iniciado as autópsias até o final da manhã desta sexta-feira (7).  

“A pobreza não pode ser criminalizada. Na Zona Sul, isso não acontece. As famílias têm reclamado do tratamento após a morte. Independentemente de (alguém) ser bandido, não tem que ter pena de morte. As famílias falam que muitos deles se entregaram e foram assassinados. Uma operação com 25 mortos não é de sucesso”, disse a integrante da comissão Patrícia Félix.  

Além das vítimas identificadas pela OAB, familiares identificaram o jovem Natan Oliveira de Almeida, de 21 anos, como um dos mortos na chacina.

Saiba quem são as vítimas identificadas pela Comissão de Direitos Humanos da OAB:

Carlos Ivan Avelino da Costa Junior, 32 anos

Cleiton da Silva de Freitas Lima, 27 anos

Francisco Fabio Dias Araújo Chaves, 25 anos

Jhonatan Araújo da Silva, 18 anos

John Jefferson Mendes Rufino da Silva, 30 anos

Jonas do Carmo, 31 anos

Isaac Pinheiro de Oliveira, 22 anos

Márcio Manoel da Silva, 41 anos

Marlon Santana de Araújo, 23 anos

Maurício Ferreira da Silva, 27 anos

Natan Oliveira de Almeida, 21 anos

Rai Barreto de Araujo, 19 anos

Richard Gabriel da Silva Ferreira, 23 anos

Rômulo Oliveira Lucio, 20 anos

Toni da Conceição, 30 anos

Wagner Luis de Magalhães Fagundes, 38 anos

brasil247

 

CONTINUE ACESSANDO O BLOG eudesfelix.com.br E TAMBEM PELO FACEBOOK

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo