PIMENTA QUESTIONA PF SOBRE INFORMAÇÕES PRIVILEGIADAS PARA FILME DA LAVA JATO

Em requerimento enviado a Leandro Daiello, diretor-geral da Polícia Federal, o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) faz diversos questionamentos sobre o acesso a atores e produtores do filme “Polícia Federal – A Lei é para todos”, sobre a Lava Jato, a processos e documentos ainda em andamento; segundo relatos de pessoas que participam da produção, teria havido acesso inclusive a “informações privilegiadas” e uma visita pela equipe de filmagem aos presos da investigação, onde presenciaram uma visita dos familiares a Marcelo Odebrecht; por fim, o deputado pergunta: “Quem financiou o filme?”; informação é de que a produção custou R$ 15 milhões e tem um investidor secreto; confira as perguntas.

Em requerimento enviado ao diretor-geral da Polícia Federal,  Leandro Daiello, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) faz diversos questionamentos sobre o acesso que a corporação vem permitindo à equipe do filme “Polícia Federal – A Lei é para todos”, sobre a Lava Jato.

No requerimento, o deputado cita relatos de atores e produtores do filme, como o ator Ary Fontoura, que eem entrevistas à imprens,a contaram ter acesso a processos e até a documentos da PF.

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo