Prefeita de Santo Amaro será julgada pela justiça por compra de voto

Está marcada para esta sexta-feira(24), na comarca da cidade de Humberto de Campos MA, audiência de Julgamento do processo em desfavor da prefeita daquela cidade Luziane Lopes Lisboa, onde a gestora é acusada  de compra de votos nas eleições 2016 Além da prefeita estão sendo acusados de compra de votos o Vice-Prefeito José Hernani Brusaca Castro e a vereadora Domingas Santana Lisboa.
À Ação foi movida pelo ex-vereador José Maria Filho, conhecido como (Zeca Dentista), que denunciou a prefeita na comarca da cidade de Humberto de Campos, pedindo a justiça uma investigação eleitoral, para apurar uma possível prática criminosa de compra de votos, cometida pela prefeita, nas eleições 2016 na cidade de Santo Amaro do Maranhão.
Segundo o vereador José Maria, durante o seus quatro anos de mandato a prefeita respondeu a 22 processos, onde a maioria ainda tramitam na esfera judicial, sem sentença tramitada em julgado. O Vereador informou ainda que a prefeita que foi reeleita, continua cometendo improbidade administrativa, como se no Maranhão não existisse lei. Disse que nas eleições municipais de 2016, existem vários indícios de compra de voto em Santo Amaro do Maranhão.
                      Resultado de imagem para pREFEITA E VEREADORES DE SANTO AMARA FOTOS
                        Zeca Dentista/Ex-vereador de Santo Amaro do Maranhão
 

Zeca Dentista é vereador, presidente do PDT naquela cidade e concorreu nas eleições como vice-prefeito na chapa de Leandro Moura, que foi derrotado nas urnas pela atual prefeita Luziane Lopes, que mesmo com tantas denúncias na sua administração apuradas pelo MP, conseguiu se reeleger prefeita de Santo Amaro.

“Espero que dessa vez, a justiça possa julgar procedente essas denúncias, que a prefeita possa ser responsabilizada, condenada pelo crime de compra de votos e impedida de exercer o mandato do qual ela não ganhou nas urnas, mas sim com o dinheiros dos cofres públicos derramado na campanha política e no dia a eleição”

                     
O depoimento mais esperado é o depoimento da senhora Maria Aguiar que com exclusividade, concedeu uma entrevista ao SJNOTÍCIASMA.
A testemunha garantiu a nossa reportagem, que presenciou nas eleições de 2016, a compra de votos naquela cidade. Disse que tem consigo, áudios que provam a queixa crime que ele prestou a promotoria da Comarca de Humberto de Campos.
Maria Aguiar, falou a nossa reportagem, que por conta dessa queixa crime, vem sofrendo ameaças por parte do grupo político da prefeita Luziane Lisboa. Dona Maria disse que no sábado(10), o vice prefeito Hernani, teria ido na sua residência no povoado de Formosa, tendo-lhe feito a seguinte proposta.
 
Se você for a promotoria e  retirar a queixa crime denunciando a compra de votos, eu te darei uma casa e dois salários mensais. Ofertou o vice-prefeito.
 
A testemunha falou, que jamais iria retirar a queixa. Diante da resposta, o Vice prefeito teria dito a testemunha, que ela ia retirar a queixa de um jeito ou de outro. Falou que ela não iria na audiência que seria realizada.
A testemunha informou também, que teve o seu cartão de memória arrancado pelo pessoal da prefeita chegando a quebrar o cartão, só que eles não contavam que ela já tinha tirado a cópia do áudio e entregue a promotoria de Humberto de campos, para que fosse feita a juntada ao processo.
Maria Aguiar disse que o pessoal a mando do vice-prefeito, teria retornando a sua residência, com o intuito de agredi-la, o que não ocorreu, pelo fato da testemunha, não se encontrar na sua residencia, que orientada por advogados, por conta das ameaças recebidas, resolveu procurar um lugar longe da cidade para se refugiar  até o dia da audiência. Concluiu!.
Depois de ouvirmos a testemunha, fomos até o Fórum da comarca de Humberto de campos, onde falamos com a prefeita Luziane Lisboa que de maneira serena, de pronto atendeu a nossa reportagem, porém preferiu não fazer nenhuma declaração naquele momento, limitando-se apenas a dizer, que só iria se pronunciar nesta sexta-feira(24), após a audiência.
Assista aqui o vídeo da entrevista
                                      Por/Stenio Johnny
                                    Radialista/Repórter Investigativo
                                               RPJ/MA 0001541

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo