São Luís/MA – Flávio Dino afirma que não existe casos da nova cepa indiana entre maranhenses

O governador Flávio Dino informou nesta sexta-feira (21) que manterá as medidas restritivas vigentes e não flexibilizará, até o dia 31 de maio, devido ao atual cenário da Covid-19 no Maranhão. Além disso, o governador pediu calma para a população e que, até o presente momento, não existe nenhum sinal de transmissão da cepa indiana no estado.

Entre as medidas seguem o funcionamento de bares e restaurantes até as 23h, com capacidade para 50% de ocupação, assim como a ocupação de academia, supermercados, igrejas e salões de beleza. Os eventos continuam com a capacidade de público até 100 pessoas.

“Não posso flexibilizar nesse momento as medidas sanitárias, por isso estou renovando as medidas vigentes. Se os casos continuarem em crescimento é claro que vamos ter que voltar ao regime mais restritivo, por isso estendo até o dia 31 de maio”, disse o governador.

Já em relação a variante indiana que tem repercutido na capital, após a confirmação de seis casos da variante em tripulantes de um navio atracado a 35 km da capital, Flávio Dino informou que não existe motivos para pânico. “Essa variante já está presente em vários países, inclusive em países vizinhos, ela chegará em nosso país, mas, até o momento, não temos casos dela no estado e estamos tomando todas as providências que cabe ao Governo do Estado. Claro que a situação é nova, preocupa, mas a OMS garante que as vacinas são eficazes contra todas as variantes. O problema dessa cepa é a alta transmissão”, destacou o governador.

Ainda de acordo com o governador, o caso foi notificado primeiramente pela Anvisa, que é responsável pelo caso, e solicitou auxílio as providências ao enfrentamento desses casos ao Governo do Estado.

Vacinas

De acordo com o governo do Estado, o Maranhão já recebeu 2,57 milhões de doses da vacina até o dia 20 de maio. Dessas doses, 1,87 milhão foram distribuídas aos municípios e 1,60 milhão de doses já foram aplicadas. Além disso, o governador afirmou que mais de 100 mil profissionais da educação foram vacinados em um mês.

ICMS

O governador também informou novas medidas para empresas com ICMS atrasados. Na medida,  o governo dará desconto nos juros e multas do ICMS com débitos até o dia 31 de dezembro de 2020. O desconto será de 90% a vista, 85% em até 10 vezes, 70% em até 20 vezes e 55% em até 60 vezes.

ma10

 

CONTINUE ACESSANDO O BLOG eudesfelix.com.br E TAMBEM PELO FACEBOOK

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo