Blog Eudes Félix – Fatos dos Municípios - Blog Eudes Félix – O Maranhão em suas mãos

São Luís/MA – Prefeitura anuncia novo reajuste da tarifa do transporte coletivo

A Prefeitura de São Luís acaba de anunciar o novo reajuste da tarifa do transporte coletivo da capital.

O anúncio foi publicado no perfil oficial do Executivo Municipal nas redes sociais. O valor da passagem que era R$ 3,40, agora passa a ser R$ 3,90. Um aumento de R$ 0,50 centavos na tarifa. O novo reajuste passará a valer às 0h de domingo (27).

O novo aumento ocorre em meio às negociações entre rodoviários e empresários do setor de transporte coletivo sobre o reajuste salarial da categoria. O Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA) realizou nesta quinta (24) a terceira audiência com os envolvidos.

O procurador do Trabalho Marcos Rosa é o responsável pelo caso. Ele realizou a primeira audiência no dia 10 de fevereiro. Esta semana, nas mediações de terça (22) e quinta (24), o MPT-MA ganhou o reforço de mais dois procuradores do Trabalho. Ronaldo Lima dos Santos e Jefferson Luiz Maciel Rodrigues são, respectivamente, coordenador e vice da Coordenadoria Nacional de Promoção de Liberdade Sindical (Conalis).

De acordo com Ronaldo Lima, a vinda da coordenação nacional ao Maranhão foi motivada pela complexidade e repercussão do caso dos rodoviários e para permitir uma atuação conjunta e articulada com MPT-MA. Ele fez um balanço da última audiência. “Acredito que hoje conseguimos pontuar melhor as questões, fixamos os pontos mais controvertidos e a tendência é que amanhã fechemos um acordo. Não é uma promessa, mas é uma esperança”.

Greve

Os rodoviários de São Luís deflagraram uma greve geral do transporte público da Grande Ilha de São Luís nas primeiras horas do dia 16 de fevereiro. O Sttrema alega que não chegou a um acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (SET): além do reajuste de 15% nos salários, os rodoviários reivindicam um ticket-alimentação de R$ 800, inclusão de um dependente no plano de saúde, regularização dos salários atrasados e emprego assegurado para os cobradores de ônibus.

Na semana anterior ao início da greve, em audiência no Ministério Público do Trabalho do Maranhão (MPT- MA), os empresários fizeram uma proposta para os trabalhadores de conceder reajuste salarial de 5%, mediante a demissão de todos os cobradores do sistema. A proposta foi considerada desrespeitosa pela categoria, que alega que o percentual oferecido não chega nem próximo das perdas inflacionárias sofridas no decorrer do último ano e que está fora de cogitação qualquer possibilidade de demissão de trabalhadores do sistema.

Continue acessando o blog EUDESFELIX.COM.BR e também pelo FACEBOOK

Categoria: Notícia Geral