SÃO LUÍS/MA – Padrasto da menor desaparecida é envolvido com drogas e passa a ser investigado pela polícia

Sem revelar nome, a polícia começou a investigar o sumiço do padrasto de Alanna Ludmila, 10 anos, desaparecida desde ontem, dia 1 deste, e que vem comovendo a população. Policial informou  do envolvimento dele com drogas e até de uma suposta dívida com traficantes.

Desde ontem que moradores do Maiobão, onde reside a menor, e de outras comunidades acompanham de perto na certeza de que a criança venha aparecer. A família encontra-se em estado de desespero.

A mãe da menina pede para que cessem os boatos de que a menor teria sido encontrada ora pelo pai, que seria um militar, ou pelo CTA como foi informado de forma equivocada hoje pela manhã.

Alanna Ludmila continua desaparecida e apenas uma bolsa dela foi encontrada em um terreno baldio no bairro do Paranã.

Depois das 16h, a mãe da menor teria sido levada por uma viatura e antes chegou a conversar com um delegado, conforme informações dadas por um policial.

Veja o vídeo mãe pedindo para que parem de espalhar boatos, em entrevistas dada para a TV Difusora:

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo