SUL REAGE AO “PLANO ATLANTA”

Jornalista Arnaldo César, colaborar do blog do Marcelo Auler, afirma que, “durante algum tempo se questionou no Brasil quem eram  os articuladores do golpe que arrancou Dilma Rousseff do poder e colocou no lugar dela gente tão inexpressiva como Temer e a sua camarilha de ladravazes”.

“Em recente entrevista a André Barrocal, da CartaCapital – ‘Lula é a joia da coroa do Plano Atlanta’ -, Manolo Pichardo, político da República Dominicana, revelou alguns detalhes deste encontro em Atlanta. Ele é de centro-esquerda e foi convidado, por engano, para participar deste convescote de golpistas”, lembra o blogueiro.

“Atualmente, Pichardo preside a influente COPPPLA – Conferência Permanente de Partidos Políticos da América Latina. À publicação brasileira o dominicano contou do incômodo dos presentes com o avanço dos governo de esquerda no continente sul-americano. Naquela época, a presidente Dilma Rousseff estava completando o segundo ano do seu primeiro mandato e já começava se falar da sua reeleição”, continua César.

Jornalista diz que, para Pichardo, o grande alvo dos lobistas reunidos em Atlanta era o ex-presidente Lula. E em um fórum nesta segunda-feira (22/01) em Porto Alegre, “com a participação ao longo do dia de mais de 2.000 pessoas, o primeiro a mencionar o ‘Plano Atlanta’ foi o ex-presidente do PCdoB, um dos principais ideólogos do partido e hoje presidente da Fundação Maurício Grabois, Renato Rabelo. “Não tenho dúvidas de que Atlanta foi determinante no golpe que derrubou Dilma e vários outros líderes de centro e de esquerda na América Latina”, enfatizou Rabelo ao Blog.

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo