Vacina HPV

Segundo a secretária, a procura pela vacina tem aumentado nas 66 salas disponibilizadas pela Semus

Segundo Helena Duailibe, a procura pela vacina tem aumentado nas 66 salas disponibilizadas

Todas as 66 salas de imunização disponibilizadas nas Unidades Básicas de Saúde de São Luís estão com estoque suficiente de vacinas contra o Papiloma Vírus Humano (HPV), para atender ao primeiro grupo de meninos com idade de 12 e 13 anos, conforme recomendação do Ministério de Saúde. Para ressaltar a importância da imunização contra o HPV, a Prefeitura de São Luís intensificou o trabalho de conscientização nas escolas municipais de Ensino Fundamental, visando orientar os adolescentes inseridos nesta faixa etária, público-alvo da campanha.

Segundo a secretária municipal de saúde, Helena Duailibe, apesar de o Ministério de Saúde não ter estabelecido meta de cobertura vacinal contra o HPV em meninos, a Semus está desenvolvendo um amplo trabalho de divulgação para atingir um número significativo de garotos que devem receber a primeira dose da vacina.

“A imunização contra o HPV integra o calendário vacinal permanente do Ministério da Saúde, em nível nacional. E a Prefeitura de São Luís está fazendo sua parte com esse grande chamamento em favor da prevenção de nossos adolescentes contra os diversos tipos de cânceres decorrentes da contaminação por esse vírus”, explicou a titular da Semus, acrescentando ainda que as vacinas estarão disponíveis o ano todo, sem limite de doses.

O trabalho visando abranger o público-alvo da campanha está sendo executado de forma coordenada com outras ações desenvolvidas pelos agentes de saúde do setor de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids) da Semus. Distribuição de panfletos, cartazes e outros materiais informativos fazem parte das ações.

Segundo a secretária, a procura pela vacina tem aumentado nas 66 salas disponibilizadas pela Semus.

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo