Vacinação sem lockdown pode tornar Brasil ‘fábrica’ de variantes do coronavírus, dizem cientistas

Cientistas britânicos temem que o Brasil se torne uma “fábrica” de variantes do coronavírus com potencial para escapar por completo da eficácia das vacinas. De acordo com reportagem da BBC News Brasil, o surgimento destas cepas é fruto da combinação do início lento da vacinação contra a Covid-19 e da transmissão descontrolada.  

Segundo os pesquisadores, o contato entre vacinados e variantes propicia o aparecimento de mutações “superpotentes”, com capacidade de minar a eficácia das vacinas. De acordo com o virologista Julian Tang, da Universidade de Leicester, no Reino Unido, o maior perigo está no contato de pessoas recém-vacinadas com a variante identificada em Manaus, chamada de P.1.

Os cientistas alertam para a necessidade da adoção de medidas restritivas à circulação de pessoas, incluindo o lockdown, durante a etapa de vacinação de uma população.

CONTINUE ACESSANDO O BLOG eudesfelix.com.br E TAMBEM PELO FACEBOOK

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo