Em Vitorino Freire, contas da luz de fazenda e residência eram pagas pela prefeitura

Ao assumir o comando municipal de Vitorino Freire, Luana Resende (DEM) recebeu a sede da prefeitura e de vários outros órgãos com a luz elétrica cortada. Curiosa, mandou fazer um levantamento dos débitos e das que estavam sendo pagas pela gestão anterior. E caiu de costas ao verificar que as contas da fazenda e da casa do ex-prefeito José Leandro eram quitadas pela própria prefeitura, com o dinheiro do contribuinte.

Com uma dívida de R$ 506 mil deixada pela gestão anterior, a atual prefeita tenta negociar com a Cemar e pediu para desvincular do CNPJ da prefeitura dezenas de imóveis que são propriedades particulares.

Uma delas é a residência de José Leandro, à rua Eurgênio Barros, 167, e outra uma fazenda no povoado Jacaré. A prefeita já ingressou na Justiça e Ministério Público com o intuito de que os recursos gastos com o consumo de energia elétrica voltem aos cofres do município.

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo