Temer comemora retirada de direitos e redes sociais dão a resposta a ele

No dia em que a reforma trabalhista entrou em vigor no País, Michel Temer foi às redes sociais e chamou a medida de retira dezenas de direitos dos trabalhadores de “modernização trabalhista”; reações imediatas foram uma chuva de críticas ao peemedebista que é aprovado por apenas 3% da população brasileira; confira reações.

No dia em que a reforma trabalhista entrou em vigor no País, Michel Temer foi às redes sociais e chamou a medida de retira dezenas de direitos dos trabalhadores de “modernização trabalhista”.

“Bom dia! Hoje o Brasil entra em uma nova era. A #ModernizaçãoTrabalhista adequa as regras aos novos tempos, aos trabalhadores modernos. Nenhum direito a menos e muitos empregos a mais. #JuntosFazemos”, escreveu Temer em sua conta no Twitter.

As reações imediatas foram uma chuva de críticas ao peemedebista que é aprovado por apenas 3% da população brasileira.

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo