MARANHÃO – Laboratório Cedro deve quase R$ 20 milhões de impostos e recebe indevidamente R$ 2 milhões da SES

Um escândalo de grandes proporções vai estourar na Secretaria de Estado da Saúde, envolvendo o Laboratório Cedro, que vem recebendo indevidamente R$ 2 milhões da EMSERH por contar com ajuda de alguns políticos.

Agindo há anos como empresa que pratica filantropia, mas sempre cobrando por aquilo que faz (exames) o Cedro conseguiu um contrato emergencial para atender ao Estado. Mesmo passado o período da emergência e com licitações realizadas, o laboratório vem conseguindo manter o contrato a preços superfaturados.

Embora não seja empresa constituída na Jucema, o Cedro apenas faz registro no Cartório do Cantuária como filantrópica para fugir ao pagamento dos impostos. Só para a Prefeitura de São Luís, o Cedro deve quase R$ 20 milhões de ISS.

Com a ajuda de pessoas influentes, o pagamento vem sendo feito por modalidade de indenização junto a SES.

Nos últimos tempos, o secretário Carlos Lula vem resistindo por receio de que o caso estoure por causa da forma irregular e superfaturada do recebimento.

Os pagamentos indenizatórios, que não obedecem processos licitatórios, além da prática de superfaturamento e carecem da devida documentação,  segundo o blog foi informado, não são do conhecimento do governador Flávio Dino.

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo