“Moro agiu de forma escandalosamente parcial e criminosa”, diz Marco Aurélio de Carvalho

O advogado Marco Aurélio de Carvalho, membro do Grupo Prerrogativas (Prerrô) e da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), em entrevista ao Estação Sabiá, na TV 247, destacou o trabalho do grupo ao longo dos últimos anos, sempre denunciando os abusos da Lava Jato e a atuação parcial do ex-juiz Sergio Moro.

“Nosso grupo está comprometido com a defesa da democracia e com a rigidez das instituições. Desde 2014, nós já vínhamos denunciando os excessos da força-tarefa, sobretudo na época em que essa operação gozava de muito prestígio junto à opinião pública. Esse grupo nunca se escondeu na conveniência do silêncio. […] Nosso objetivo era disputar a narrativa e conseguimos. A comunidade jurídica, conservadora ou progressista, parece que chegou à mesma conclusão: Moro agiu de forma escandalosamente parcial e criminosa. Mobilizou todo o aparato persecutório estatal com o objetivo de eleger esse beócio que nos governa e envergonha”, afirmou.

Marco Aurélio participou da entrevista para comentar o lançamento de “O Livro das Parcialidades”, o segundo de uma trilogia sobre os abusos e ilegalidades da Lava Jato.

 

CONTINUE ACESSANDO O BLOG eudesfelix.com.br E TAMBEM PELO FACEBOOK

Fatos dos Municípios

Voltar ao topo